Algumas considerações sobre o novo acordo


Falta pouco para terminar o período de transição ortográfica, em que se aceita a utilização da grafia de 1945 e a de 1990, aka, a velha e a nova ortografia, respetivamente (não se escreve o -c- porque não se pronuncia). A partir de 2015, vigorará apenas a nova. Nas escolas, é já obrigatório, desde setembro (os meses do ano passam a escrever-se com letra inicial minúscula) de 2011, escrever segundo as novas regras. Em 2012, esta obrigatoriedade estendeu-se também às instituições públicas.

Estamos em mudança, é verdade. Apercebemo-nos de que continuam a coexistir [regra geral, as palavras com prefixos deixam de ter hífen — mas há exceções (assim mesmo sem -p-)] textos escritos nas duas grafias. Mas é também notório que a nova grafia está cada vez mais presente, seja em sites institucionais ou em textos de caráter (ou carácter, porque há palavras que se podem escrever de duas formas, uma vez que se constatou que os falantes oscilam na pronúncia das mesmas) pessoal (por exemplo, no Facebook ou em blogues).

Neste texto, como já terão reparado, optámos (ou optamos, pois a utilização de acento agudo na primeira pessoa do plural do pretérito perfeito do indicativo dos verbos regulares da primeira conjugação passou a ser opcional) por identificar as palavras cuja grafia mudou por força do novo acordo, sublinhando-as. Acrescentámos (ou acrescentamos, como vimos atrás), logo de seguida, a respetiva (não se escreve o -c- porque não se pronuncia) regra ortográfica. O objetivo (não se escreve o -c- porque não se pronuncia) é, de facto (surpreendidos? Pois é: “facto” mantém-se como sempre foi, porque o -c- pronuncia-se), ajudar-vos a terem uma visão mais clara do impacto (escreve-se -c- porque se pronuncia) das novas regras.

Esperamos que tenham ficado com uma ideia do que é a nova ortografia (uma frase sem mudança absolutamente nenhuma a apontar: também acontece muito).

Bom fim de semana (a maior parte das locuções passam a escrever-se sem hífen)!

#acordoortográfico

101 visualizações

A Três Pontos é uma empresa especializada em conteúdos: tradução, revisão de textos, produção de conteúdos, edição corporativa, consultoria linguística e formação.

Copyright  © 2020  Todos os direitos reservados. |  All rights reserved. 

 

 

 

Tel.: 21 792 38 33

E-mailgeral@trespontos.pt

 

Av. do Brasil, n.º 1

1749-008 Lisboa

 

 

 

 

Fale connosco.

  • Instagram - Cinza Círculo
  • face.png
  • linkedin.png